quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Musa Inspiradora !

Musa inspiradora do Expresso !!!

É meus amigos, Deus existe !

Kim Kardashian



FORÇA EXPRESSO !!!

Ronaldo, Fenômeno !!!

Homenagem do Expresso da Madrugada ao grande craque do Brasil !


13/02/2011 22h44 - Atualizado em 14/02/2011 10h20

Ronaldo: uma carreira recheada de títulos, recordes e glórias

Dos sete clubes que defendeu, Ronaldo foi campeão em seis. Na seleção, duas Copas e o maior goleador da história. E três vezes melhor do planeta...

Por GLOBOESPORTE.COM São Paulo
ronaldo brasil final da copa do mundo 2002 (Foto: Ivo Gonzalez / O Globo)
Ronaldo comemora o título da Copa de 2002
(Foto: Ivo Gonzalez / O Globo)
    Duas vezes campeão do mundo com a seleção brasileira, três vezes melhor jogador de futebol do planeta, maior artilheiro da história das Copas... Ronaldo se despede dos campos, mas deixa seu nome escrito na história do esporte. O Fenômeno, que também ergueu taças no Brasil, na Espanha, na Holanda e na Itália, é um verdadeiro colecionador de glórias e títulos.
    Revelado pelo São Cristóvão, do Rio de Janeiro, foi no Cruzeiro que Ronaldo começou a ganhar projeção. Estreou aos 16 anos e não precisou de muito tempo para chamar a atenção. Ainda como promessa das categorias de base, foi alçado ao time profissional em 1993. Mesmo não estando no elenco principal, ganhou naquele ano o seu primeiro título: a Copa do Brasil. Era só a primeira medalha que penduraria na vasta galeria. Em 1994, antes de fazer as malas e ir embora para a Europa, ganhou o Campeonato Mineiro, quando foi o goleador máximo da competição, marcando 21 gols.
    Convocado por Carlos Alberto Parreira para a Copa do Mundo de 1994, integrou o elenco no Mundial dos Estados Unidos. Sequer entrou em campo, mas fez parte do grupo vencedor. E, querendo ou não, é um dos “tetras”.
    Na carreira, foi campeão em quase todos os clubes em que jogou. Com exceção do Milan, sua última equipe na Europa, nas outras o Fenômeno está em algum pôster ou tem o nome em alguma faixa.
    A primeira conquista em território estrangeiro foi em 1996. Com a camisa do PSV, ganhou a Copa da Holanda, o segundo torneio mais importante do país. No Barcelona foi campeão da Supercopa da Espanha, da Copa da Espanha e da Recopa Europeia. E, vestindo azul e grená, chegou ao topo do mundo, sendo eleito pela Fifa o melhor jogador de futebol da Terra, prêmio que voltaria a ganhar em 1997 (no Inter de Milão) e em 2002 (no Real Madrid).
Ronaldo Fifa 98 (Foto: Reuters)
Em 1997, como jogador do Inter de Milão, Ronaldo é eleito pela Fifa o melhor do mundo pela segunda vez (Foto: Reuters)
    No Inter, faturou a Copa da Uefa de 1998, antes de romper o tendão patelar do joelho esquerdo. A cirurgia o deixou fora de ação por cinco meses. Em 98 também teve chance de brilhar na Copa do Mundo da França, mas a decisão contra os donos da casa, não é a recordação que o atacante mais gosta de ter: derrota de 3 a 0 e um vice amargo.
    Em 2002, após se recuperar de mais uma grave lesão, agora no joelho direito, o seu grande momento: dividindo os méritos com Rivaldo, Ronaldo foi um dos maiores nomes da Copa do Mundo organizada em conjunto por Coreia do Sul e Japão, o que lhe deu, de novo, o prêmio da Fifa. A final, quando fez os dois gols da vitória de 2 a 0 sobre a Alemanha, é uma das partidas mais memoráveis da sua gloriosa carreira. Foi também o artilheiro do torneio, com oito gols. Defendendo o Real Madrid, mais títulos para a coleção: Mundial (2002), Campeonato Espanhol (2003 e 2007) e Supercopa da Espanha 2007.
    Ronaldo disputou sua quarta Copa do Mundo em 2006. Na Alemanha, não brilhou, não ganhou, mas registrou seu nome no livro dos recordes. Com os três gols que anotou, chegou a 15 e superou o alemão Gerd Muller para se tornar o maior artilheiro da história dos Mundiais.
    O Milan, clube que defendeu entre 2007 e 2008, é o único em que o Fenômeno entrou e saiu sem gritar “é campeão” nenhuma vez. Jogou só 20 partidas e sofreu mais uma séria lesão no joelho. De novo, cirurgia, tratamento e a dúvida: será que ele volta?
Andres Sanchez ao lado de Lula e Ronaldo com a taça da Copa do Brasil (Foto: Agência Estado)
Com o então presidente Lula, Andrés Sanches e Mano Menezes, Ronaldo festeja a Copa do Brasil de 2009 (Foto: Agência Estado)
    Voltou. Voltou ao seu país. Voltou a jogar. Voltou a ser campeão. Contratado pelo Corinthians no fim de 2008, foi o grande nome da reconstrução do Timão após o retorno à Série A do Campeonato Brasileiro. Títulos? Foram dois: Paulista e Copa do Brasil em 2009. Frustrações foram três: as duas Libertadores que deixou escapar e o Brasileirão do ano passado.
Ronaldo encerra a sua carreira nesta segunda-feira e provavelmente não tem mais lugar para pendurar medalhas ou exibir troféus nas prateleiras da sua casa.

    Ele é um campeão! Ele é um Fenômeno!

fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2011/02/ronaldo-uma-carreira-recheada-de-titulos-conquistas-recordes-e-glorias.html


Buenas, agora que ele se aposentou, que tal convidá-lo pra jogar no Expresso ?

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Um ex-Expressano no Poder

Para os mais novos e também para os mais antigos no time do Expresso da Madrugada, vale relembrar o nome de Alessandro ( conhecido como `Jordy` ) que participou nos áureos tempos do time formado na UFRGS (faculdades de Contábeis e Economia). Atuava como meia armador, disputando bolas no cabeceio com os adversários, driblando, lançando e distribuindo as jogadas, tudo isto, com seus invejáveis 1m e 55cm de altura. Que façanha ! Baixinho bom de bola.

É verdade, temos um ex-Expressano no `Poder`. Aí está a matéria e a foto:

-----------------------------------------------------------------------------------------
Guilherme Barros - com Guilherme Manechini e Mariana Sant\' Anna

quarta-feira, 5 de janeiro de 2011

Política | 13:18

Alessandro Teixeira teve posse com status de ministro

      Alessandro Teixeira, ex-presidente da Apex e atual secretário-executivo do MDIC, provou que tem prestígio no governo.
      Ele tomou posse junto do ministro Fernando Pimentel, com direito a cerimônia e leitura de termo de posse.
      Isso não é comum: a praxe é que a posse de secretários executivos seja feita por meio de publicação no Diário Oficial, apenas.



FORÇA EXPRESSO !

fonte: http://colunistas.ig.com.br/guilhermebarros/2011/01/05/alessandro-teixeira-teve-posse-com-status-de-ministro/

Movimento " 1 0 0 1, por um Expresso muito mais forte "

10 para o Ceará e 01 para o Mantega !!!

A estatística comprova.... Expresso NUNCA perdeu com esta formatação...




Saudações Ceará !

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

Anoiteceu de novo !

 Jornal eletrônico do Expresso da Madrugada Futebol Clube
Ano 4 – Nº 51 Porto Alegre, segunda-feira, 07 de fevereiro de 2011
Por José Staudt

      Anoiteceu de novo!
2011 já deu as caras! Corujas voltaram para causar profundos estragos...

E o Expresso voltou rasgando aos gramados, ainda que sintéticos. No amistoso da noite de terça-feira passada (o jornal só saiu hoje porque a diretoria não pagou o caminhão do sedex) contra o ABC, realizado na PUC, a equipe boêmio-ferroviária mostrou que não desaprendeu a jogar um bom futebol e dominou boa parte do confronto, arrancando o empate a menos de dez minutos do fim.
Contando com o retorno dramático de alguns de seus maiores ídolos do passado, como o roupeiro Martin Both e Sandro Buzzetto, a velha mística da camisa azulada reapareceu, e a cada lance os jogadores demonstravam toda a vontade de superar o ainda precário condicionamento físico, seja com lances precisos com a bola, seja com falta grosseiras – muito bem-vindas no início de temporada.
O exemplo maior da absoluta inexistência de condicionamento fez uma baixa no time logo de cara. Ceará Lopes, o falastrão lateral-direito que veio contratado junto ao Resende-RJ e que ao longo de toda a semana jogou o torcedor contra a comissão-técnica ao exigir a camisa 10 e a prioridade nas cobranças de falta, foi fazer o que não sabe – chutar – e se feriu no aquecimento. Com cara de ministro egípcio no caos das ruas do Cairo, apavorou-se com a perspectiva de ficar de fora da partida. Pra não dar o braço a torcer, deu uma corridinha do meio até a meia-direita e pediu pra sair aos 20 segundos. Nem tocou na bola.
Havia jogadores estreantes também, caso de Fefo Gutheil e Gustavo Eichler. O primeiro, já mais experiente, teve boa atuação e posicionamento adequado, enquanto o segundo tentou suprir a falta de experiência com muito espírito de luta.
Na defesa, tranquilidade total com a presença de Artur Weiss. Seguro na marcação, preciso nos desarmes e violento no combate quando necessário, neutralizou as tentativas do ABC de atacar pelo seu setor ao assassinar o meia-direita contrário. Martin Both também esteve bem, mas precisa perder pelo menos 6 quilos e dar uma corridinha 3 vezes por semana. Danilo Dall'Agnol também deve seguir o exemplo, mas perder mais quilos...
No meio, Jerônimo orientava a defesa e os meias. Saía bem no combate, ajudando também na armação com passes precisos; André Silva e José Staudt tentavam levar o time à frente: o primeiro na sua característica de condução de bola e escapadas em velocidade, e o segundo com passes de primeira e arremates de média distância. Chegando mais à frente, Varejão Silva fazia companhia ao supersônico Fábio Jorge, que mantém a habilidade intacta. Na segunda parte ressurgiu também Marciel Hein, autor do cruzamento fulminante que encontrou André Silva livre no meio da zaga para dar o empate ao Expresso. Contou com a inexistência de cocurutos para realizar boa partida.
Destaques também para o boca de megafone Marco “El Loco” Silva, que discutiu com a arbitragem no sistema pediu-parou; Mateus Manteiga, que aprendeu a cobrar tiro-de-meta, mas resolveu escolher canto em falta, agora; Ceará Lopes, que anda passando Nugget na cabeça mas esqueceu de fazer o mesmo na barba, denunciando o visual postiço; e as ilustres presenças de Luciano Cabelo, Minhoquinha e Minhoca Zardo, que prestigiaram a equipe neste promissor reinício.
Crítica feroz ao treinador Vinícius Merlo, que ficou pilhando todo mundo e não apareceu, preocupado com as ameaças de Ceará Lopes.
O próximo amistoso está marcado para o dia 12/03, contra o All Blacks, quando então, finalmente, o time poderá colocar em prática o seu melhor estilo rúgby contra o adversário neozelandês.

Expresso da Madrugada 1x1 ABC
PT =
Local: Complexo Esportivo da PUC, Porto Alegre
Data: 01/12/2011
Horário: 21h
Amistoso
Escalação: Mateus Manteiga; Marco Silva, Martin Both (C), Artur Weiss e Danilo Dall’Agnol; Jerônimo, André Lopes, José Staudt, André Silva e Nathan “Varejão” Silva; Fábio Jorge. (Fefo Gutheil, Gustavo Eichler, Marciel Hein e Sandro). DT: Não veio.
Gol: André Silva.

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011

HUMAITÁ FUTEBOL CLUBE, CAMPEÃO DA SUPERLIGA 2010

Segunda-feira, Novembro 08, 2010

HUMAITÁ FC É CAMPEÃO DA SUPERLIGA 2010

A partida final da Superliga 2010 foi disputada no CT Muradás em Canoas nesse sábado contra a forte equipe do Time de FC. Com certeza as duas equipes mereceram chegar até essa final e realizaram um grande jogo. O Humaitá do treinador Augusto Frantz saiu jogando com Leandro no gol, Rafa e Roger nas laterais, Júlio e Fabiano na zaga, André e Rato eram os volantes e Assis e Lucas completaram o meio de campo, na frente Jonas e Silvinho. Entraram na partida: Batata, Junior, Guto, Jorge, Diego Reis, Deivid, Joninhas, Bruno e PC. Alencar, Cenoura e Tales desfalcaram o HFC na final. O Humaitá abriu o placar com Silvinho, ainda no primeiro tempo e na metade do segundo tempo, Silvinho marcou e ampliou o placar, 2 x 0. Minutos depois o Time de FC descontou de pênalti, 2 x 1. Assis fez o terceiro do Humaitá e nos descontou o TFC descontou, placar final, Humaitá 3 x 2 Time de FC.
 
HUMAITÁ FUTEBOL CLUBE, CAMPEÃO DA SUPERLIGA 2010
Treinador Augusto Frantz é festejado por jogadores e torcedores
PC com o troféu e a faixa de campeão da Superliga 2010

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2011

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2011

Amistoso Expresso da Madrugada X ABC

No dia 01.02.2011, ocorreu o amistoso entre o Expresso da Madrugada e o ABC no campo da PUCRS.

O placar final do embate foi 1 x 1.

O time Expressano voltou as suas atividades esportivas em 2011.